Corticoide Engorda? Pra que serve, Tipos e Efeitos Colaterais

Corticoide Engorda? Pra que serve, Tipos e Efeitos Colaterais

O corticoide ou corticosteroide é um medicamento derivado do hormônio cortisol que é produzido naturalmente por nosso organismo e é utilizado para tratar alergias, inflamações crônicas, para suprimir o sistema imunológico e lesões esportivas.

Embora seja um medicamento que pode ajudar a melhorar a saúde, seu uso por períodos prolongados pode trazer efeitos colaterais indesejados, como Acne, calvície, dificuldade para dormir e ganho de peso.

Sei que você deve estar querendo saber como o corticoide engorda, mas antes vamos entender um pouco sobre como ele atua no nosso organismo.

O que é corticoide?

O corticoide vendido atualmente são versões sintéticas do hormônio cortisol, no entanto seu efeito sobre o organismo é muito semelhante, com a diferença de que seu efeito sobre o organismo é maior.

O cortisol é conhecido como um hormônio de sobrevivência, pois é secretado pelas glândulas suprarrenais em momentos de estresse, o que permite que o corpo esteja pronto para agir em situações estressantes como o ataque de um animal.

O cortisol também é responsável por regular o metabolismo, o sistema imune e reduzir inflamações.

Tipos de corticoides

Atualmente existe uma grande variedade de corticoides sintéticos a venda no mercado, que variam com sua potência em relação ao cortisol natural, sendo os mais comuns a cortisona, hidrocortisona, prednisona, prednisolona, betametasona, dexametasona.

Com exceção da hidrocortisona, os demais corticoides sintéticos são mais potentes que o cortisol que é produzido no corpo. A prednisolona por exemplo é 4 a 5 vezes mais potente, enquanto que a betametasona chega a ser até 30 vezes mais potente que o cortisol natural.

Formato dos corticoides

As variações do corticoides são apresentados em várias formas, como comprimidos, pomadas, colírios, cremes, injeção e até inalação. Os mais comuns são: cortisona, hidrocortisona, prednisona, prednisolona, betametasona, dexametasona.

Indicações para uso de corticoide

O corticoide é mais conhecido pela sua ação anti-inflamatória, por isso pode ser utilizado para tratar inflamações graves.

O corticoide também pode ser utilizado para combater doenças autoimunes devido a sua atuação no sistema imunológico.

Situações que podem necessitar do uso de corticoide

  • Asma
  • Lúpus
  • Enfisema e bronquite crônica
  • Alergias
  • Artrite reumatoide;
  • Psoríase
  • Gota
  • Eczema
  • Esclerose múltipla
  • Deficiência na produção de cortisol pelo corpo.

Corticoide Engorda?

Infelizmente o ganho de peso é um dos efeitos colaterais causados pelo uso prolongado de corticoides e ocorre principalmente por causa de 4 motivos. São eles:

– Acúmulo de gordura

Como o cortisol é liberado em situações de estresse, ele é utilizado pelo nosso corpo como um sistema de alarme, que indica que estamos passando por um momento difícil e que talvez não tenhamos alimento disponível.

Na presença do cortisol, o corpo diminui o metabolismo e passa a acumular gordura, para garantir que não falte energia para as principais funções do nosso corpo

Como o corticoide é uma versão sintética do cortisol e tem as mesmas funções, nosso corpo reage da mesma maneira, fazendo com que a pessoa que faz uso do medicamento diminua o metabolismo e ganhe peso.

– Aumento das taxas de açúcar no sangue

Os corticoides podem elevar os níveis de glicose no sangue, o que faz com que o corpo libere mais insulina para lidar com o excesso de glicose.

O problema é que esse processo além de converter a glicose em energia para as células, também direciona o excesso de glicose para as células adiposas que é armazenado na forma de gordura.

Além disso, quando há o excesso de insulina no sangue, a produção do hormônio leptina que é responsável por avisar o cérebro de que já estamos satisfeitos após uma refeição é comprometido. Desta forma, você demora para se sentir saciado e continua comendo, mesmo sem necessidade.

– Retenção de líquidos

O uso prolongado de corticoides atrapalha no mecanismo de regulação de água, sódio e outros eletrólitos em nosso corpo, podendo causa retenção de líquidos.

Fatores que influenciam nos efeitos colaterais

Além de engordar, o uso de corticoides pode trazer outros efeitos colaterais, que estão associados com:

Tipo de medicamento: corticoides via oral apresentam mais efeitos colaterais do que as versões aplicadas por injeção ou inalação.

Dosagem: quanto maior for a dosagem recomendada pelo médico, maiores as chances de aparecerem efeitos colaterais.

Duração do tratamento: geralmente os problemas relacionados ao corticoide aparecem devido ao uso prolongado do medicamento.

Quais são os principais efeitos colaterais do corticoide?

  • Aumento da pressão arterial
  • Osteoporose
  • Insuficiência da glândula adrenal
  • Catarata
  • Úlcera
  • Distúrbios de humor
  • Hiperglicemia
  • Maior risco de infecções
  • Insônia
  • Acne
  • Síndrome de Cushing (condição que altera a redistribuição de gordura no rosto)
  • Fraqueza muscular.

Os corticoides ministrados via inalação apresentam menos efeitos colaterais, no entanto seu uso prolongado pode causar infecção por fungos, mais conhecida por “sapinho”.

Como diminuir os efeitos colaterais dos corticoides?

Se você não pode acabar com o uso de corticoides, poderá pelo menos ajudar a diminuir os efeitos colaterais, como o ganho de peso por exemplo.

– Preste atenção na sua fome

Como vimos acima, os corticoides aumentam a fome, aumentando o consumo de calorias. Por isso, você deve prestar atenção na sua fome e escolher os alimentos que você come. Evite o consumo de refrigerantes, sucos industrializados e alimentos calóricos, como é o caso dos doces e carboidratos refinados.

Prefira comer alimentos menos calóricos, ricos em nutrientes e que saciam a fome por mais tempo como os legumes, frutas e proteínas magras.

– Pratique atividade física

Os corticoides tem o poder de diminuir o seu metabolismo, por isso é importante se mexer para evitar engordar. Pratique uma atividade como caminhada, natação, bicicleta, ioga ou uma luta.

Se você estiver fazendo uso de corticoides devido a uma inflamação, procure fazer uma atividade sem impacto, que não cause mais danos a área lesionada.

Procure um educador físico para te orientar sobre as melhores opções para o seu caso.

– Diminua o inchaço

Os corticoides podem causar retenção líquida, por isso é importante controlar o consumo de sal para no máximo 2 gramas por dia, incluindo todo o sal que já vem junto com os alimentos que você consome.

– Consuma mais cálcio para evitar osteoporose
É importante consumir mais cálcio se estiver utilizando corticoides, pois ele causa perda de massa óssea.

Procure consumir mais alimentos ricos em cálcio como laticínios magros, nozes, sardinha e algas marinhas.

– Relaxe
O uso de corticoides pode causar insônia, por isso é importante praticar atividades que ajudem a relaxar a noite, como alongamento, caminhada moderada, yoga e mediação.

Considerações finais

É comum ver pessoas que fazem uso de corticoides e que estão engordando cada vez mais e que acabam botando toda a culpa no medicamento.

O fato é que é possível controlar o ganho de peso, coisa que nenhuma outra pessoa poderá fazer por você. O que você precisa é estar consciente de suas atitudes e tentar modificá-la para não engordar e ter uma vida melhor.

Gostou do artigo Corticoide Engorda? Pra que serve, Tipos e Efeitos Colaterais? Ainda tem dúvidas ou sugestões sobre o cortisol? Então deixe um comentário abaixo.

Seus Amigos Precisam Saber Disso....
Share on Facebook
Facebook
0Share on Google+
Google+
0Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *