Dieta de Gladiadores – A Alimentação Vegetariana

Dieta de Gladiadores - A Alimentação Vegetariana

Você provavelmente já ouviu falar nos gladiadores, eles eram homens que se enfrentavam no Coliseu na Roma Antiga, lutando até mesmo contra animais ferozes. E se você já ouviu falar neles, já deve ter visto os corpos esculturais com os quais costumam ser retratados.

Pesquisadores que estudam sobre a vida desses antigos guerreiros escravos acabaram descobrindo melhor como eles se alimentavam, o que deu origem a uma incrível popularização da dieta dos gladiadores.

Uma curiosidade da dieta é que dispensa o consumo de carne, fazendo com que além de perder peso você acabe, quem sabe, se tornando vegetariano e ajudando causas animais e ambientais de brinde.

Dieta de Gladiadores

O vegetarianismo é atrelado a muitos mitos, sendo os principais deles as afirmações de que a dieta sem carne deixa o organismo mais fraco e com menos vitaminas e nutrientes que só se encontram na carne. Bom, os gladiadores estão aí para nos mostrar que vegetarianos também tem performance para lutar.

A dieta dos gladiadores consistia em um shake de cinzas de plantas carbonizadas após a realização de atividades físicas e a ingestão de grãos e vegetais. A carne era raramente ingerida, uma vez que eles eram escravos, dessa forma sofriam as mais variadas restrições que iam muito além de questões alimentares.

É claro que no mundo moderno existem diversas adaptações que poderiam ser feitas e acrescentadas nessa dieta que era empregada para guerreiros escravos em tempos ainda anteriores a Cristo.

A alimentação vegetariana vem ganhando um público cada vez maior e assim as opções também vêm crescendo bastante. Muitos profissionais já apostam em dietas nutricionalmente balanceadas e totalmente vegetarianas.

Assim, os gladiadores nos ajudam a derrubar o estigma de fraqueza normalmente relacionado a pessoas que cortam a ingestão de carne de suas dietas, deixando a opção muito mais atrativa.

Seus Amigos Precisam Saber Disso....
Share on Facebook
Facebook
0Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *