Dieta da Bela Adormecida

Dieta da Bela Adormecida

Dieta da Bela Adormecida Funciona? É perigosa?

Na bizarrice do mundo moderno temos de tudo, até mesmo quem acredite que se ficar dormindo por intermináveis horas vai acabar emagrecendo num passe de mágica, talvez por isso o nome dessa dieta leve nome de uma princesa dos contos de fada.

A prática que consiste basicamente em ingerir sedativos ou remédios que induzem ao sono profundo, fazendo as pessoas dormirem por até 20 horas, promete que dessa forma a pessoa em questão não irá ingerir alimentos e irá emagrecer.

Dieta da Bela Adormecida Funciona?

Nem preciso dizer que o consumo constante dessas substâncias pode levar ao vício e em caso de consumo em doses elevadas pode até mesmo levar a uma overdose. Sem falar que o sono da pessoa pode ficar perigosamente desregulado e existe até mesmo o risco de desenvolvimento de depressão.

Além disso, as drogas utilizadas podem bloquear a passagem de substâncias químicas relacionadas à prevenção do Alzheimer e aumentar as chances de ataques cardíacos e infecções.

É claro que não existe comprovação científica sobre a eficácia dessa dieta para o emagrecimento, pelo contrário, ela se revela extremamente perigosa e é totalmente desencorajada por profissionais.

Passar mais horas que o recomendado dormindo também pode acarretar em perda muscular e deixa o metabolismo mais lento.

Uma pesquisa indicou inclusive que pessoas que dormem entre 9 e 10 horas por dia tem uma propensão de 21% a mais de se tornarem obesas.

Isso mostra que a dieta da bela adormecida, além de perigosa é ineficaz, pode até mesmo causar o efeito contrário, engordando ao invés de emagrecer.

Se você está buscando por métodos para emagrecer e quer começar a seguir uma dieta, procure por um profissional da área que irá adequar uma dieta específica para o seu metabolismo.

A perda de peso deve ser sempre feita de forma responsável e saudável, colocando sua saúde em primeiro lugar.

Seus Amigos Precisam Saber Disso....
Share on Facebook
Facebook
0Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *